Preços dos Imóveis nas comunidades Pacificadas.

como comprar imovel



Artigo no Jornal Le Monde aponta a explosão do valor dos imóveis, logo depois da chegada das UPPs. 




Uma loja nova das Casas Bahia e vários caixas automáticos para retirada de dinheiro aos pés da favela Santa Marta (RJ):


Este cenário seria impensável há alguns anos, diz o artigo do jornal francês, lembrando que os traficantes de drogas ainda rodam a área, mas as armas praticamente desapareceram.

Hoje as UPPs se instalaram em trinta comunidades cariocas, perto de áreas turísticas do centro e no sul da cidade, e também dos complexos esportivos que serão utilizados na Copa do Mundo de 2014 e nos Jogos Olímpicos de 2016. "Mas são apenas trinta sobre as quase 1.020 comunidades do Rio", escreve o correspondente.

Lembrando que o índice de mortes violentas caiu 75% e os roubos foram diminuídos pela metade na Favela Santa Marta, o jornalista aponta a consequência da pacificação: a explosão dos preços dos imóveis. 

O exemplo citado (Santa Marta - RJ) indica que 72 horas depois da chegada das UPPs, a alta chega a 50%. Na comunidade de Parque União, centenas de famílias foram afetadas e estão ameaçadas de expulsão depois do aumento de 100% de seus aluguéis.

No sul da cidade, observa Nicolas Bourcier, estrangeiros e cariocas da classe média, vítimas dos aumentos nos preços dos imóveis, adquirem bens nas comunidades, com vistas belíssimas sobre as praias de Copacabana e Ipanema.

O artigo do jornal francês termina com uma pesquisa do Instituto Data Popular e da Central Única das Favelas (Cufa), que mostra que 13% dos habitantes de quatro grandes comunidades pacificadas pertencem agora às classes B, para os mais abastados, e C para os que têm um rendimento de médio a baixo.

Serviços:




Por: Nicolas Bourcier

Edição e Publicação | Equipe | Imovel e Dicas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu Nome e Email ao final da Mensagem, caso deseje alguma informação específica.

Atenciosamente.

Imóvel e Dicas.
www.imoveledicas.com