Amortização do Financiamento Imobiliário.




Em que situações devemos amortizar o financiamento imobiliário. Veja as principais duvidas sobre o assunto neste artigo. 






As perguntas mais frequentes são: “Devo amortizar ou não?” e “Qual seria a melhor opção de amortização?”.


1. Tenho um saldo no FGTS. Compensa usá-lo para amortizar meu financiamento:

R. Financeiramente, é vantajoso. O único fato a que se deve ficar atento é que o FGTS é uma reserva para emergências, como perda de emprego ou doença grave. Usá-lo na amortização significa abrir mão dessa reserva. 

2. Tenho um financiamento pelo programa Minha Casa, Minha Vida, com juros anuais de 5%, e um dinheiro aplicado. Compensa retirar o dinheiro da aplicação para fazer uma amortização?

R. Financeiramente, não. Pelo menos enquanto os juros básicos da economia permanecerem altos, é vantajoso deixar o dinheiro em uma boa aplicação, rentável, segura e líquida, e seguir pagando o financiamento mês a mês. 

3. Sou autônomo, tenho um faturamento que me permite viver bem, sem aperto. Sou um pouco desorganizado com minhas finanças e tenho dificuldade em juntar dinheiro. Tenho um saldo no FGTS, do tempo em que trabalhava pelo regime CLT, que penso em usar para amortizar meu financiamento imobiliário. Qual opção é mais adequada, amortizar diminuindo o prazo ou o valor da prestação?

R. Já que você não recebe mais FGTS e tem dificuldade em juntar dinheiro, não há grande perspectiva de nova amortização no futuro próximo. E como seu orçamento não está apertado, a melhor opção para você me parece ser a amortização diminuindo o prazo. Mas o melhor conselho, sem dúvida, é: organize-se. Se seu orçamento não é apertado, provavelmente você poderia estar juntando um dinheirinho todo mês, e poderia se livrar do financiamento antes do que imagina. 

O fato é que a decisão sobre amortização de financiamento, envolve muitos fatores. Veja alguns destes:   




Taxas de juros: Para saber se compensa ou não fazer uma amortização, é preciso comparar as taxas de juros do financiamento e da remuneração do dinheiro. 






Se a taxa do financiamento for maior que a da remuneração, como no primeiro caso acima, em princípio compensa amortizar. Se a da remuneração for maior, como no segundo caso, provavelmente não compensa. 

Prazo do financiamento: Prazos muito longos fazem com que o saldo devedor caia mais lentamente. Assim, se a decisão for amortizar, pode ser vantajoso optar pela diminuição do prazo. 

Disciplina: Em muitos casos, a amortização com diminuição da prestação poder ser a opção mais vantajosa. Mas ela requer disciplina para gerenciar aplicações. 

Tranquilidade: Tem gente que tem pavor de qualquer tipo de dívida. E tem gente que, quando olha o boleto do financiamento e percebe que mais da metade da prestação são os juros, até perde o sono. 

Calma: Há dívidas que podem ser boas, e os juros podem ser considerados uma espécie de aluguel que a pessoa paga para o banco que é quem forneceu o dinheiro para a compra. É preciso ter atenção para não fazer mau negócio, mas sem pânico desnecessário. 

Orçamento: Que contratar um financiamento, mas o orçamento está apertado? Talvez optar pelo sistema de amortização Price e não o SAC seja uma opção viável. Quer fazer uma amortização do seu financiamento, pois a prestação está lhe apertando o cinto? Diminuir o valor da prestação pode ser uma saída. Mas saiba que, no médio prazo, essas duas opções podem sair mais caras. 

Enfim, são muitos os fatores que afetam a decisão. Por isso, em muitos casos, pode ser recomendável a contratação de um consultor especializado nessa área. Ele poderá conversar com o mutuário, entender sua situação, conhecer seu perfil, identificar todas as possibilidades de ação, fazer cálculos e, finalmente, propor opções de estratégia. 

Lembre-se, a consultoria é um investimento baixo, se comparado com o ganho de tomar a decisão correta!

Serviços:




Fonte: Blog da Lopes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu Nome e Email ao final da Mensagem, caso deseje alguma informação específica.

Atenciosamente.

Imóvel e Dicas.
www.imoveledicas.com