Como aumentar a renda com Aluguel de Imóvel.




A crise financeira e o orçamento mais apertado, desperta nas pessoas a necessidade de descobrir novas formas de ganhar dinheiro. 







Para quem tem um imóvel parado, seja para moradia, seja para férias de verão, complementar a renda com locação é uma boa pedida.

Isso também vale para pessoas que ainda não possuem o imóvel, mas têm um recurso parado, pronto para investir. Dependendo do plano de financiamento e do valor disponível para entrada, é possível pagar as prestações com o aluguel recebido e ainda utilizar o restante do valor para outras atividades.

Mas a locação de um imóvel é um processo que exige atenção, principalmente porque, em geral, locador e locatário não se conhecem. Veja algumas dicas para fazer do aluguel do seu imóvel, um bom negócio para você:

1. Cuidado com o Contrato.

Se você for alugar a sua casa ou o seu apartamento, é obrigatório que faça um contrato. Isso vale tanto para aluguéis de imóveis para temporada de férias quanto para moradia. O contrato é o instrumento que celebra as intenções do locador e do locatário e garante que, durante aquele período de vigência do aluguel, você estará respaldado por aquilo que o locatário assinou.

O contrato deve ser completo. Nele devem constar informações como o prazo, as condições de pagamento, o valor mensal e a forma de reajuste. Também devem estar expressas as condições em que o imóvel está sendo entregue, os dados do locatário, do locador e dos fiadores.

O contrato deve ser assinado por todos os envolvidos e lavrado em cartório.

2. Exija Garantias.




Um contrato de aluguel, por mais bem-feito que seja, não é capaz de evitar que o locatário passe por momentos difíceis e enfrente dificuldades para pagar o aluguel devido. Mas você precisa receber, afinal, seu imóvel é também sua fonte de renda.




Por isso você precisa exigir que o locatário apresente garantias de que, caso ele não pague, alguém assumirá a dívida. O mais comum é que sejam eleitos fiadores. Você deve exigir que sejam pelo menos 2, com renda superior a 3 aluguéis e, pelo menos 1 deles, com imóvel quitado.

Outras modalidades que podem ser oferecidas são o seguro fiança e títulos de capitalização, oferecidos por bancos e financeiras.

3. Deixe bem claro quem arca com as Despesas.

Uma parte importante do contrato de aluguel são as despesas do imóvel. As contas de consumo, conservação e de utilização do imóvel devem ser pagas pelo locatário. Aí entram condomínio, água, luz, IPTU etc.

Para o locador ficam os pagamentos de obras estruturais, melhorias do imóvel, valorização em geral. No caso do condomínio, o locatário paga a taxa, mas para o locador fica a obrigação do pagamento do fundo de reserva, se houver.

4. Atenção na Entrega.

Lembra-se de quando falamos que o contrato deve trazer, explicitamente, as condições do imóvel antes da locação? Pois bem, isso é muito importante, pois você deverá receber seu imóvel exatamente da maneira como ele foi entregue, quando o contrato terminar. Uma boa dica é tirar fotos do imóvel e anexá-las ao contrato para poder fazer uma comparação no momento da entrega.

Seguindo essas dicas, você vai aumentar sua renda com locação sem dores de cabeça.

Serviços:

Solicite aqui orçamentos para Decorar, Reformar ou construir sua Casa.


Fonte: Rede Lar&Cia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu Nome e Email ao final da Mensagem, caso deseje alguma informação específica.

Atenciosamente.

Imóvel e Dicas.
www.imoveledicas.com