Como se preparar para Comprar um Imóvel.





Normalmente, um imóvel é o bem que mais demanda investimento por parte do comprador.







Adquirir um imóvel exige planejamento, e não somente capital. Analisar, por exemplo, a localização, escolas próximas, transporte público, hospitais. Faz parte do processo antes da aquisição do imóvel.

Conhecendo algumas dicas, é possível que a compra do primeiro imóvel se torne um pouco mais simples. Veja neste post o que conferir antes de comprar o primeiro imóvel.

Tipo de Financiamento:

Independentemente do método de financiamento, banco ou empresa especializada. Ao procurar um serviço desse tipo. É importante aproveitar todos os recursos e fazer propostas.

Quando possível, faça simulações em todos os lugares necessários. Vale também conversar com os responsáveis pelo investimento.

Se restar dúvidas, questione e esclareça todo e qualquer ponto pendente antes de fechar a compra. Problemas futuros podem ser gerados por conta da falta de experiência e informação.

Tipo de Empreendimento:

É importante entender as reais necessidades dos moradores. Se o lar será para um casal, que está dando início à vida a dois. Ou até mesmo um solteiro, pode ser que um imóvel menor supra as necessidades e seja suficiente.

Por outro lado, famílias maiores, que já têm ou pretende ter filhos, devem pensar em um local com mais quartos. Coloque na balança os prós e contras entre casas e apartamentos também, especialmente pessoas que têm animais de estimação.

Localização:



Antes de escolher um apartamento ou casa para comprar, pesquise alguns bairros que combinem com o seu perfil e dos outros moradores, se for o caso. Se já tiver um bairro pré-estabelecido, pesquise mais sobre seu histórico e tente conversar com as pessoas que já moram lá há algum tempo.




Visite a região em horários diferentes para saber como é o movimento por lá. Pesquise também o preço médio por metro quadrado do local, já que nem sempre o imóvel que brilha nossos olhos, é aquele que cabe no nosso orçamento. Outras alternativas, com melhor custo-benefício podem existir.

Imóvel Novo, Usado ou na Planta?

Comprar um imóvel novo ou usado pode fazer toda diferença, dependendo do seu objetivo. Algumas pessoas podem evitar imóveis usados com medo de que possa ter muitos problemas futuramente. Entretanto, o preço desse tipo de residência pode sair mais em conta do que os domicílios novos. Para não correr risco, basta observar as instalações para garantir o “bom estado” do imóvel.

Por outro lado, os imóveis na planta também são uma boa escolha. Pesquisando mais de um empreendimento e começando a pagar desde cedo, é possível que quase todos os processos sejam negociados para que o sonho da casa própria se realize.

Independentemente de qual for a escolha, um lar requer reparos, uma hora ou outra, seja com parte elétrica e hidráulica ou com pinturas. O que importa é avaliar as condições e optar pelo que mais se adeque à situação, comparando gastos imediatos e também futuros, além de taxas que são impostas junto à compra do domicílio.

Avalie o imóvel escolhido por Você:

Ao decidir por um determinado imóvel, é hora de avaliar as condições financeiras, burocráticas e estruturais. Vale conferir a rede de encanamento, elétrica e infraestrutura. Reflita se vale colocar suas economias nas reformas que a casa precisa, ou se é melhor esperar mais um tempo para investir em algo mais caro e que não precise de tantos reparos.

Dicas para Economizar:




A compra parcelada do imóvel força ainda mais as pessoas a gastar dinheiro a prazo. Ir à loja de eletrônicos, eletrodomésticos ou até mesmo de roupas, por exemplo, e sair sem gastar nada é algo quase impossível.




Porém, aqueles que desejam comprar o primeiro imóvel, devem tentar arcar com os compromissos pendentes e evitar fazer dívidas comprometedoras. Quanto mais comprar à vista ou somente o necessário, melhor.

Economizar e guardar um dinheiro extra é uma boa dica para quem vai comprar o primeiro imóvel. O status financeiro é algo que pode mudar de uma hora para outra e, com uma renda adicional, é possível ficar um pouco mais distante dos cartões de créditos e cheques especiais, além de conseguir arcar com a dívida do imóvel por um tempo.

Não financie mais de 50% do imóvel. Quanto maior for a entrada, menor será o tempo que precisará ficar pagando as parcelas da residência.

Cuide de todos esses pontos e outros que julgar necessário, uma vez que esse é um dos bens que mais demanda aplicação de capital por parte do investidor.

Serviços:

Solicite abaixo orçamentos para decorar, reformar ou construir sua Casa.




Fonte: Rede Lar&Cia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu Nome e Email ao final da Mensagem, caso deseje alguma informação específica.

Atenciosamente.

Imóvel e Dicas.
www.imoveledicas.com