Saiba como começar a Investir em Imóveis.





Quando chega a hora de investir no mercado imobiliário, sempre aparece uma série de dúvidas, não é mesmo? Comprar ou alugar? Imóvel na planta ou pronto? Comprar para morar ou apenas para investimento?





Se você está considerando essas possibilidades, certamente sua cabeça está girando com tantos cenários para analisar e decisões para tomar. Em geral, a compra de um imóvel é o maior investimento que a pessoa faz na vida e ninguém quer errar nesse momento.

Por isso preparamos este artigo com 5 dicas, para você que economizou e agora vai começar a investir no mercado imobiliário. Com certeza alguma delas vai ajudá-lo a tomar essa importante decisão.

1. Financiamento.

Comprar um imóvel representa um investimento muito grande e, muitas vezes, as pessoas não possuem todo o recurso para realizar a aquisição. A boa notícia é que existem diversas linhas de financiamento de imóveis que facilitam a compra.

Você pode utilizar o seu FGTS para dar a entrada e também para abater as parcelas seguintes. Pelas regras da Caixa Econômica Federal, o financiamento de imóveis pode ser feito com uma entrada a partir de 10% do valor do bem. As prestações não podem chegar a 30% do valor da sua renda bruta e o prazo máximo do parcelamento é de 30 anos. O financiamento pode ser contratado para a compra de imóveis novos ou usados.

2. Compra de Imóveis na Planta.

Uma modalidade que se popularizou muito nos últimos anos foi a compra de imóveis na planta. Se bem realizada, é um bom negócio: alguns imóveis chegam a valorizar em até 60% depois de prontos.

Quando você compra um imóvel na planta, está financiando sua construção junto à empresa responsável. Por isso, é possível negociar a entrada com a construtora que, muitas vezes, até apresenta planos de parcelamento. O restante do pagamento pode ser financiado no banco.



Mas é preciso ter muito cuidado: antes de fechar o negócio, faça uma investigação sobre a construtora e a sua reputação no mercado. Não são poucos os casos de pessoas que compraram imóveis na planta, e nunca viram o apartamento ficar pronto.






3. Compra de Imóveis para Locação.

Se o seu dinheiro ainda não dá para comprar o imóvel dos seus sonhos, você pode mudar de estratégia. Que tal utilizar o seu FGTS para comprar um apartamento popular e alugá-lo para outras pessoas? Com o dinheiro arrecadado, você consegue pagar o aluguel de um imóvel mais adequado às suas necessidades. E quando terminar de pagar o financiamento, terá o patrimônio para você.

Antes de fazer esse negócio, verifique o perfil da sua cidade para não correr o risco de ficar muito tempo sem conseguir alugar o imóvel. Veja se há potencial para aluguel de salas, imóveis mais simples, galpões, entre outros.

4. Investimento em Terrenos.

Investir em terrenos é praticamente uma garantia de valorização. Mas, para isso, fique de olho na escolha do lugar: priorize o entorno de grandes centros urbanos, com potencial para construção de imóveis no futuro.

Só fique atento a um detalhe: não é possível usar o FGTS para comprar terrenos. Portanto, não conte com esse recurso.

5. Reforma de Imóveis Antigos.

Sabe aquele apartamento que você viu na Internet e que estava todo velho e estragado? Pois é, ele pode ser uma boa oportunidade. Procure o dono e faça uma oferta abaixo do valor de mercado, justificada pela necessidade de reforma.

Com o dinheiro que sobrar, você pode fazer com que ele seja o imóvel que você sempre sonhou em morar. Mas atenção: o FGTS não poderá ser usado na reforma, somente na aquisição do imóvel.

Você tem bons motivos para Comprar seu Imóvel na Brasil Brokers - Solicite agora um Atendimento.


Fonte: Imovel e Dicas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu Nome e Email ao final da Mensagem, caso deseje alguma informação específica.

Atenciosamente.

Imóvel e Dicas.
www.imoveledicas.com